Por que a Cultura Organizacional é importante para as estratégias de RH?

Por que a Cultura Organizacional é importante para as estratégias de RH?
transformação cultural

A cultura organizacional corresponde ao conjunto de hábitos, crenças, normas e valores compartilhados pelas pessoas que compõem uma organização. São os princípios que formam a identidade dela e são repassados e fortalecidos durante a sua existência.

Nem sempre os valores estabelecidos representam os objetivos da organização e esse é um problema que pode comprometer todos os processos.

Nessa hora, o setor de Recursos Humanos precisa tomar a frente. Por isso, neste post mostramos qual é o papel do RH na transmissão da cultura organizacional e como isso pode ser feito na prática. Acompanhe!

O que é cultura organizacional? 

Geralmente a cultura organizacional é construída de forma natural dentro da organização, pelas próprias experiências vividas pelas pessoas. No entanto, ela pode ser moldada pelos gestores e pelo setor de RH. 

Afinal, é essa cultura que vai nortear as ações dos funcionários, definindo até quem deve fazer parte da equipe ou não. Isso não significa ter um ambiente descontraído ou mais rígido, por exemplo, mas o entendimento de que tais valores devem ser transmitidos da mesma maneira a todos os envolvidos. 

Qual é a importância da cultura organizacional nas empresas? 

Uma das principais funções de uma cultura é alinhar os funcionários aos objetivos organizacionais, promovendo os mesmos valores.

Ou seja, permite que, a partir de suas experiências, os colaboradores possam ter uma relação de pertencimento com a organização. 

Dessa forma, preocupar-se com a cultura organizacional é um modo de assegurar que todos os colaboradores, clientes e parceiros estejam em sintonia e possam se engajar da mesma maneira na organização.

Por isso, cada vez mais ela tem sido valorizada no meio corporativo, tornando-se essencial para a forma como uma empresa é percebida pelas pessoas e até por outras organizações. 

Por sinal, quando os indivíduos se identificam com os valores que são partilhados, são bem mais inclinados a se dedicar mais ao grupo. Ou seja, essa relação de pertencimento está ligada a como as pessoas se identificam com a organização.

cultura organizacional

Qual é o papel do RH na transmissão da cultura organizacional? 

Como já dissemos, a cultura organizacional costuma ser construída de maneira natural pelos pertencentes a uma organização. Na prática, isso acontece pela soma dos comportamentos individuais e na atuação dos profissionais, que vai se refletindo no coletivo. 

teamhub gestão de cultura

O problema é quando essa cultura não reflete os objetivos da empresa. Os funcionários têm rotinas e aspirações próprias, que divergem das diretrizes da organização.

É nesse momento que o RH deve intervir, instituindo políticas, processos e planos que estejam alinhados ao que os gestores esperam de suas equipes. 

Mais do que isso, a gestão de pessoas tem o papel de disseminar uma visão coerente das ações e decisões da empresa ao discurso adotado por ela.

Caso haja esse alinhamento, os funcionários se sentem bem mais motivados e a retenção de talentos é bem maior. Inclusive, essa deve ser uma premissa e um desafio no processo de recrutamento e seleção, reduzindo o turnover por erros na contratação.

Como o RH pode fortalecer a cultura da organização? 

O que fazer para transmitir uma mesma cultura para toda a organização? Bom, essa não é uma tarefa simples e rápida. É preciso um envolvimento de todos os gestores, além de tempo e paciência. 

As ações devem ser revistas periodicamente para testar a efetividade delas — que vai depender bastante do tamanho, da área de atuação e dos objetivos da organização. De modo geral, podemos mencionar os passos a seguir.

Identifique corretamente os valores 

O primeiro passo é entender, de fato, quais são os valores a serem transmitidos. De nada adianta tentar implementar uma cultura organizacional sem um verdadeiro alinhamento entre os gestores e o RH, pois as pessoas podem começar a questionar a necessidade de seguir as diretrizes da empresa, se os próprios líderes agem de maneira diferente.

Ou seja, cada gestor deve compreender seu papel de exemplo para sua equipe — algo que também é de responsabilidade da gestão de pessoas.

Valorize os colaboradores 

Para assimilar a cultura organizacional com tranquilidade, o RH pode encontrar maneiras de recompensar e reconhecer o trabalho dos colaboradores. Dessa forma, eles se sentem mais valorizados, se envolvendo mais nos assuntos da organização e contribuindo para o desenvolvimento dessa cultura.

Atente-se às novas contratações 

A cultura deve ser transmitida para os atuais colaboradores, mas é fundamental que os novos já estejam alinhados a ela. Isso deve acontecer ainda no processo de recrutamento e seleção, pela escolha de pessoas que se identifiquem com os valores da empresa antes mesmo do processo de admissão. Assim, é muito importante avaliar o perfil de cada candidato, procurando os mais adequados ao desejado.

Melhore a comunicação interna 

Por fim, é preciso destacar o papel da comunicação interna na integração entre os colaboradores. É por meio dela que os valores são repassados de forma mais efetiva, informando às equipes tudo que se passa na organização. 

A cultura organizacional é um elemento que não deve ser ignorado pelas empresas que querem crescer, se destacar e manter uma boa reputação. Por isso mesmo é que o setor de RH está se tornando cada vez mais estratégico para o funcionamento e o sucesso das organizações como um todo.

Quer saber como melhorar as ações de cultura na sua empresa? Chame a equipe da TeamHub para uma conversa ainda hoje.

Papo de Cultura Podcast
(Visited 63 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *