Recursos Humanos: entenda o que é o RH, o que ele faz e como ser estratégico

Recursos Humanos: entenda o que é o RH, o que ele faz e como ser estratégico
transformação cultural

A gente já sabe que um RH bem estruturado e alinhado com as demais áreas de uma empresa, faz toda a diferença na sua gestão de cultura e na atuação frente ao mercado. 

Com esse setor desestruturado, o negócio fica prejudicado, sem a produtividade e agilidade necessárias para manter a competitividade no atual cenário econômico.

De fato, o RH tornou-se altamente estratégico, deixando de ser apenas o departamento que contrata, treina e demite, para assumir o papel de apoiar e facilitar o alcance dos objetivos organizacionais por meio de estratégias inovadoras de gestão de pessoas e gestão de cultura.

Mas, vem cá. Você sabe, de fato, o que é um RH e qual é a verdadeira função dele? Além de suas estratégias e tendências? 

Calma aí, que esse artigo vai te explicar o que faz um RH, de verdade, além dos seus atributos para se tornar um RH estratégico e ter uma boa gestão de cultura.

O que é um RH?

Recursos humanos virou somente “RH”, na abreviação popular. Ele, basicamente, de forma “grosseira”, trata-se do número total de funcionários da organização.

Consequentemente, no cerne do setor responsável está o dever de recrutamento, seleção, treinamento, retribuição e benefícios aos funcionários.

A área de recursos humanos veio à tona com a primeira revolução industrial, quando não tinha posição estratégica e se limitava a respeitar as decisões que eram realizadas, via gerente de determinada indústria ou mesmo dos patrões.

Com a chegada das leis trabalhistas e a mudança de modelo da sociedade em relação às relações trabalhistas, o RH traspassou por uma grande transmutação, assumindo a responsabilidade de garantir boas relações trabalhistas, considerando o empregado como parte importante do patrimônio da empresa.

E o que é gestão de RH?

A gestão de recursos humanos é um conjunto de métodos, aptidões e estratégias postas para garantir a satisfação dos funcionários e ao mesmo tempo colaborar com a empresa a atingir seus objetivos.

De uma forma geral, a gestão de recursos humanos pretende ser o ambiente mediador entre a empresa e os colaboradores, para que ambos notem os seus interesses cumpridos e desenvolvam uma relação benéfica e saudável.

teamhub gestão de cultura

Podemos então entender que os recursos humanos de uma empresa são os colaboradores, o setor de Recursos humanos é a área responsável pela gestão desses colaboradores e o departamento de recursos humanos refere-se a uma função estratégica internamente do setor.

Mas o que faz um RH?

Os recursos humanos possuem diversos atributos que estão se tornando cada dia mais importantes nas organizações. 

Ferramentas menos postas, como pesquisa de clima e gestão de comportamento, tornou-se importante para o desenvolvimento da teoria interpessoal, nos anos de 1930.

A área de recursos humanos é na verdade um serviço. Seus modelos de trabalho e funções, respectivamente, variam de acordo com o tipo de organização a que pertencem, sempre visando integrar efetivamente todos os departamentos em busca dos melhores resultados. Entre suas principais funções estão:

  • Prestar apoio e serviços à organização seus administradores, diretores e funcionários;
  • Descrever as responsabilidades que especificam cada função (cargo) e as qualidades que a pessoa que o ocupa deve possuir;
  • Avaliar o desempenho da equipe e promover o desenvolvimento da liderança da empresa.
  • Empregamos a equipe certa para cada posição.
  • Treinamento e desenvolvimento de programas, cursos e quaisquer atividades para aprimorar o conhecimento da equipe
  • Oferece ajuda psicológica aos seus colaboradores para manter a harmonia entre eles — além de buscar a solução para os problemas que emergem no dia a dia;
  • Estabelecer e monitorar os benefícios dos empregados;
  • Distribuir políticas e procedimentos da empresa novos ou revisados ​​a todos os funcionários por meio de boletins, aglomerações, memorandos ou contatos pessoais;
  • Considerar a segurança, a saúde e a qualidade de vida do assalariado;
  • Garantir a diversidade no local de trabalho: desta forma, o sucesso chega mais rápido, tanto em mercado nacional, como os de fora do Brasil.

Como transformar a gestão de cultura da minha empresa e fazer meu RH estratégico?

Não é da noite para o dia que ocorre a transformação do RH tradicional para o RH estratégico. Neste caso, o primeiro passo é nomear gestores para tornar essa missão uma realidade dentro da organização.

É fundamental que todo o setor de RH esteja envolvido. Mas há líderes que representam a mudança, que vão encabeçar todo o processo.

Ter uma boa gestão de mudanças fará a diferença no resultado final do novo negócio. Outra metodologia que pode ser aplicada nesse momento é o ciclo PDCA. Com relação a este ciclo, é uma maneira de execução de projetos da seguinte forma:

  1. Planejar;
  2. Executar;
  3. Checar;
  4. Agir.

Dessa forma, sua empresa precisa planejar com antecedência como deseja atingir seus objetivos. Em seguida, tome medidas, verifique se o plano está funcionando e decida quanto tempo levará para revisar o plano se ocorrer consequências negativas.

Se for assim, então siga o plano ou talvez melhore o plano, de acordo com os aspectos estratégicos de RH. Desta forma, você terá uma gestão de cultura mais profunda que cause mais impacto dentro dos colaboradores da empresa. 

Quer implantar um RH estratégico?

Esse departamento é determinante para o futuro da empresa e seu desenvolvimento. Ele trabalha todas as áreas de forma interligada para promover o sucesso da empresa no ambiente interno, pensando no resultado externo. 

Com um RH estratégico, é mais objetivo alcançar resultados mais expressivos. Isso porque o fortalecimento dos colaboradores e da marca, andam lado a lado. Com isso, a gestão de cultura se torna qualificada, fazendo os resultados positivos crescerem.

Entenda como fazer o seu RH estratégico!

Papo de Cultura Podcast
(Visited 157 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *